sexta-feira, 10 de agosto de 2012

VISUAIS - EXPOSIÇÃO BENEFICENTE - 9 DE JULHO DE 2002


JORNAL DA TARDE SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 09 DE JULHO DE 2002

 




                                                    
                                     EXPOSIÇÃO BENEFICENTE

 
É importante a participação da sociedade civil em eventos e ações que visem atender pessoas carentes e instituições que desenvolvem trabalhos assistenciais ou de promoção social.Um exemplo é  a exposição que será aberta hoje, às 19 horas, promovida pelo Centro de Voluntários da Bahia (CVB), na NR Galeria de Arte, 3º piso do Shopping Iguatemi, com obras doadas pelos artistas Calasans Neto, Núbia Espinheira, Jamison Pedra, Marco Buarque, Lígia Milton, J. Arthur, Gil Mário, Sérgio Rabinovitz, Marco Abreu, Fernando Freitas Pinto, Maria Adair, Carlos Bastos, Mel Farias, Fred Schaeppi, Zé Maria, Ademar Galvão, Márcia Pedreira Lapa, José Bahia, Thelma Ferraz, César Romero, Dulce Cardoso, Dé, André Godin, Viviene Brandão, Shyn, Dulce Tourinho, Clesina Kroger, Isa Muniz, Reinaldo Eckenberger e Denise Pitágoras. Portanto, é uma boa oportunidade para você adquirir,  a preço acessível, uma obra de arte e ao mesmo tempo colaborar com esta obra. Reprodução de uma gravura de autoria de Lígia Milton.
                                                                             SANTA CEIA

 Questionar a fé é a pretensão de três artistas, que se reuniram para montar a coletiva Santa Ceia, na Galeria Moacir Moreno, do Theatro XVIII e que pode ser conferida até o dia 04 de agosto, no horário de funcionamento do teatro - das 15 às 22 horas, diariamente, exceto às quartas-feiras. Dois são brasileiros: Anderson e Roberto de Souza, responsáveis, respectivamente, pelas pinturas e fotografias expostas na mostra. O outro argentino, Andrés Rúbio, que apresenta nove desenhos em nanquim, além de duas monotipias a óleo. Através do diálogo entre estas três linguagens diferentes, os expositores pretendem questionar a fé, apresentando trabalhos que interpretam, através de ícones religiosos, a relação material do homem contemporâneo com esses signos. São imagens que também questionam a noção de materialidade e propriedade de uma fé antigamente abstrata, mas hoje enfatizada pela mídia veloz, impressa em objetos e hábitos do cotidiano.
Foto da  obra Figura e Caju, óleo sobre tela de Calasans Neto.

                                           PORTUGUÊS NA ACBEU

O artista plástico  português Vítor Espalda realiza a primeira exposição individual do Brasil, de 19 deste mês a 6 de agosto, na Galeria Acbeu (Vitória). A série Ir-e-Vir, com pinturas inéditas realizadas em 30 acrílicas sobre tela, estará aberta ao público diariamente, exceto aos domingos. O artista estará pessoalmente na abertura da exposição, que aborda como tema principal o tempo, destacando a rapidez e a velocidade da vida contemporânea. A entrada é franca.