domingo, 12 de agosto de 2012

VISUAIS - O MUNDO DA FANTASIA NO CENTRO CULTURAL DA CAIXA - 20 DE MARÇO DE - 2001


 JORNAL A TARDE,  SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 20 DE MARÇO DE 2001.

MUNDO DA FANTASIA NO CENTRO CULTURAL DA CAIXA

Obras do paulista Cláudio Souza Pinto serão expostas no Conjunto Cultural da Caixa Econômica. Um total de 27 telas em óleo poderão ser vistas a partir do próximo dia 23 até 4 de maio, sempre de segunda a sexta-feira, das 10 às 17 horas, na rua Carlos Gomes, 57, Centro. Intitulada Máscaras do Cotidiano, a mostra retrata figuras lúdicas, sempre mascaradas e com trajes coloridos, que remetem aos personagens da comédia dell’arte. Esta exposição já esteve em Brasília e Rio de Janeiro. O artista é conhecido como pintor, poeta e humorista que retrata o mundo da fantasia de maneira alegre e irreverente, embora ele afirme que seu trabalho mostre cenas e situações do cotidiano.
“Ora é um homem que se derrete por sua amada, ora é um político corrupto ou um artista que precisa se desdobrar para sobreviver de arte”, explica. Até 1997, seu trabalho só era conhecido na França, onde morou e trabalhou por muitos anos. Foi em Paris, circulando pelos camarins da Ópera, que lhe despertou a vontade de usar as máscaras teatrais em suas pinturas.
Reprodução da obra Solidão que ilustra o convite da mostra de Cláudio Souza Pinto.

                                                     DESENHOS DE FLORIANO

Você ainda pode visitar a exposição que está na Galeria Acbeu, a qual celebra dos mais importantes artistas plásticos que viveram na Bahia: Floriano Teixeira. Maranhense de Nascimento, baiano de coração, Floriano soube, como poucos, retratar a sensualidade da mulher brasileira. Por isso mesmo, a mostra também teve o propósito de marcar as comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, que transcorreu no dia 8, assim como, coincidentemente, o aniversário de nascimento do artista. Floriano sempre gostou de pintar as mulheres e crianças sob as mais diferentes facetas. Seus desenhos são de mulheres de pescadores, prostitutas, mulheres do povo, da sociedade, mulheres lindas, gordas, nuas e vestidas e até personagens, como aquelas saídas da imaginação de Jorge Amado para povoar romances como: Tocaia Grande e Dona Flor e seus Dois Maridos, ambos ilustrados por Floriano Teixeira. Também se destacam na mostra as mulheres criadas para a série Flores e Putas.

                                                     PINTURA A QUATRO MÃOS

Está em desenvolvimento uma nova tendência no cenário das artes plásticas na Bahia. Os artistas Bené de Ribeiro e Fernando Hughes continuam apresentando na praça principal de Morro de São Paulo uma maneira original de pintar: eles pintam a quatro mãos e com muita harmonia criam obras representativas da ilha de Tinharé. Apesar de possuírem estilos diferentes, fazem desta diversidade um fator de integração inovadora. Durante o evento, interagem sem restrições de técnicas ou instrumentos, buscando o original, por vezes com rebeldia.
As cores vibrantes e o vigor dos gestos produzem no público presente reações inesperadas como aplausos ou estranheza. O fato de dois artistas se fundirem numa pintura nos faz pensar em arte post contemporânea. As obras estão expostas na galeria do restaurante Ponto de Encontro. Durante a Semana Santa a Amosp - Associação dos Artesãos e Artistas Moradores de Morro de São Paulo- estará apoiando mais um evento dos artistas.