segunda-feira, 13 de agosto de 2012

VISUAIS - 8º SALÃO DA BAHIA - 17 DE JULHO DE - 2001



JORNAL A TARDE SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 17 DE JULHO DE 2001

                             8º SALÃO DA BAHIA

 O Museu de arte Moderna da Bahia está anunciando a abertura das inscrições do 8º Salão da Bahia, que serão encerradas no próximo dia 24 de agosto. Para participar do salão é necessário preencher a ficha de inscrição, anexar fotografias, fotocópias, projetos e VT de três trabalhos inéditos, produzidos a partir de 2000. Podem inscrever-se artistas brasileiros e estrangeiros residentes no país há mais de cinco anos. Avisam os organizadores que os artistas que optarem por vídeo, performance ou instalação poderão inscrever, no máximo, dois trabalhos, sendo que apenas um  deles  fará parte do salão. Só os colecionados, que serão 30 artistas, enviarão as obras ao museu, recebendo cada um deles a quantia de R$ 1 mil, para ajusto de custo. Serão conferidos seis prêmios, de R$ 15 mil cada um. Está tudo bem - inscrições abertas, só esperamos que os critérios de seleção sejam realmente compatíveis com a arte de qualidade. O VII Salão teve pontos altos e muita coisa, que no nosso entender, não deveria constar, as quais contribuíram para diminuir o nível do salão. O próprio catálogo, luxuoso e fartamente distribuído, é uma prova incontestável do que estou escrevendo. Já a exposição dos alunos das oficinas do MAM, que não são profissionais, está mostrando qualidade.

Reprodução da obra de Jaime Guimarães, das Oficinas, feita com lápis de cera e esferográfica sobre papel.

                                                        IRMÃOS SIMAS EXPÕEM

Edmundo Simas, conhecido por Superboy, continua criando obras surrealistas. Agora, o irmão Edylson chega com uma novidade que chama de sensualismo. Estão expondo na Galeba, que fica na Ladeira do Carmo, 31. O primeiro pinta desde 1979, quando ganhou o concurso de cartazes do 1º Salão Feminino da Sala Cecília Meirelles, no Rio de Janeiro. De lá para cá, enfocou muitos acontecimentos históricos. Já Edylson lembra que muita gente ainda fica com o pé atrás quando falamos em sensualidade ou sexualidade.

                                                         TÉCNICAS INUSITADAS

 Dando seqüência à programação de mostras coletivas, a Galeria Acbeu está apresentando trabalhos das artistas, radicadas em Brasília, Suyan de Mattos, Gisel Carriconde e Nilce Eiko Hanashiro, que têm como eixo comum a combinação inusitada de materiais na construção do objeto artístico, um dos aspectos mais característicos da expressão contemporânea.
A exposição permanece até o próximo dia 31, reunindo elementos de pintura, colagem, fotografia e desenho e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas, e aos sábados, das 16 às 21 horas. A Galeria Acbeu fica na Avenida Sete de Setembro, 1883, Corredor da Vitória. A série de Suyan de Mattos foca questões do corpo humano, através decomposições com imagens de órgãos, células, músculos, ossos, que fazem referência a conceitos da arte barroca brasileira e da art nouveau.