terça-feira, 28 de agosto de 2012

CRISTINA SÁ APRESENTA PULSAÇÕES


CRISTINA SÁ MOSTRA 25 OBRAS NA PAULO DARZÉ GALERIA
Texto Reynivaldo Brito
Fotos Divulgação
Está aberta até o próximo dia 21 de setembro a mostra Pulsações da artista plástica Cristina Sá na  Paulo Darzé Galeria de Arte, no Corredor da Vitória,  composta de 25 obras em diferentes formatos, sendo 15 telas, 4 tridimensionais, 4 trabalhos em papel  sobre papel e  uma instalação, também, em papel. Vemos portanto, que na relação das obras que ela trabalhou com vários materiais e técnicas que vai da pintura, colagem, desenho, costura e monotipia. Olhando as reproduções dos seus trabalhos notamos que além de ser minuciosos tem uma forte influência oriental e nos transporta àquelas pinturas tão apreciadas no Japão, China e em outros países asíaticos. Ela inclusive utiliza papéis orientais, que diz terem sido trazidos em suas andanças por lá. São papéis variados como o washi e o chiyogami.
Como dizia um ex-presidente "ela tem um pé no Oriente", porque seu avô materno é chinês, portanto, é de certa forma natural que  tenha sofrido alguma influência e mesmo  uma certa admiração pela arte produzida naqueles países asíaticos. A artista mesmo revela que " a fusão Oriente-Ocidente é um dos eixos do meu trabalho. Tenho fascínio por forças opostas que convivem".
Além das telas a artista apresenta três móbiles tridimensionais com inúmeras mandalas fixadas delicadamente em fios tensionados, como observa o marchand  Paulo Darzé estão presos numa placa lisa de acrílico transparente, mas flutuantes . Adicionadas e costuradas uma a uma, as figuras redondas formam uma cascata saturada de cor, vazada à luz. ". Logo percebe-se ai que é uma arte que inspira momentos de tranquilidade, observação e meditação.
Ela fecha sua mostra com uma enorme instalação confeccionada em papel washi, que é leve e resistente,lembrando um pano branco.Com suas pinceladas o papel ganha as formas que ela desejava e os estende como se fossem largas ondas flutuantes. Para esta mostra trouxe três washis de tamanhos diversos.
                             A artista
Cristina Sá iniciou sua carreira artística em 1996 na cidade de São Paulo , onde tem realizado a maioria de suas exposições.Mas já expôs aqui, anteriormente;Rio de Janeiro, Búzios e até em Paris onde ganhou alguns prêmios.
Pintora e desenhista,foi aluna de Maciej Babinski e concluiu o curso de Arquitetura de Interiores e História da Arte pela Escola Panamericana de Artes. A partir de 1984 estudou pintura com Pedro Algaza, frequentou o atelier de Jorge Franco, durante oito anos. Aprendeu a trabalhar com aguadas, carvão e pastel com Philip Hallawell, e atualmente tem seu atelier localizado no bairro Real Parque, na capital paulista.

A artista Cristina Sá trabalhando na instalação site-specific de 600x500x160cm.
Como podemos perceber é uma artista que está sempre buscando novas técnicas e materiais para apresentar seus trabalhos. Isto revela um ponto muito positivo, porque é esta busca que faz o profissional crescer na medida em que tem diante de si um leque de opções para prosseguir sua estrada em busca de uma produção profícua e diversificada.
A curadora da mostra é Denise Mattar diz que "Cristina Sá começou por uma busca intimista na qual as questões que a sensibilizavam eram afeitas à imagem e a construção do plano. .... As aguadas leves, que evocam carícias, as folhagens e bambus, sempre presentes, receberam um novo alento com a introdução do papel washi"
É uma pintura leve com as cores suaves,mas as vezes contrasta com o fundo vermelho forte. Este traço oriental está presente nas reproduções das obras que chegaram às minhas mãos. É um trabalho que me agrada e tem além do valor artístico e bom efeito decorativo.
Falando de seu processo criativo Cristina Sá  observa que  os papéis orientais são muito fibrosos  e têm uma característica é que se unem com facilidade   entre si ou com o linho da tela dando a idéia de um corpo único. De repente não dá mais para  saber onde começa e termina, tudo se funde . Daí esta variedade de composições que consegue neste jogo com os materiais que utiliza, entrando ai também  as tintas em cores variadas  e o nanquim.
 Salvador 28 de agosto de 2012.