domingo, 12 de agosto de 2012

VISUAIS - WALDOMIRO DE DEUS - 9 DE ABRIL DE - 2002


JORNAL A TARDE SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 09 DE ABRIL DE 2002

                                       WALDOMIRO DE DEUS


O pintor Waldomiro de Deus veio de São Paulo, onde reside atualmente, para participar do Festival do Interior, mais exatamente da barraca de sua terra natal Itagibá. O artista é um dos principais pintores naifs do País, um artista que leva para telas, cenas comuns que podemos observar nas praias, nas feiras livres, nas capelas do interior, nos festejos e outras manifestações populares. As cores são cruas, e os personagens nos parecem conhecidos. Autodidata, Waldomiro de Deus deixou Itagibá quando tinha apenas 12 anos, indo para São Paulo em um pau-de-arara. Foi menino de rua, engraxate e jardineiro, até que resolveu expor as telas que produzia nas horas vagas, no Viaduto do Chá. Descoberto por um crítico de artes, na década de 60, participou da 9ª Bienal, e ganhou notoriedade nacional. Sua produção já passa de 3 mil quadros, apresentados em quase uma centena de exposições individuais, no Brasil e no exterior. Atendendo a um convite do conterrâneo, o prefeito Leo Quadros, ele aceitou representar Itagibá no Festival do Interior.
Reprodução de uma das obras que Waldomiro de Deus mostrou no Parque de Exposições.

                                                               ZÉMARIA E O MAR

Natural de Conceição de Coité, o artista Zémaria de Matos estará expondo, a partir do próximo dia 18, às 19 horas, na NR Galeria de Arte, no Shopping Iguatemi. O mar e os personagens que deles tiram o sustento da família e os freqüentadores de praias são, constantemente, motivo de inspirações para o artista . O pequeno texto de minha autoria inserido no catálogo da mostra está com algumas incorreções gráficas.Coisas que acontecem com todos aqueles que  publicam algum trabalho.O importante é que Zé- maria vai mostrar telas vigorosas.

                                                 RICARDO TEIXEIRA

Dois painéis e uma instalação estão compondo o ambiente da arquiteta /decoradora Eliane Kruschewsky para a 5ª Mostra Artefacto / Brastemp, na Avenida Tancredo Neves, 258. Radicado em Salvador há dois anos, Ricardo Teixeira vem desenvolvendo um trabalho artístico com características contemporâneas, misturando, na pintura, elementos urbanos e figurativos. Para esta mostra, o artista fez um painel para o quarto de casal do loft, em tinta acrílica sobre tela, explorando a densidade urbana em contraponto ao acolhimento da pessoa, na hora de dormir”. O painel tem dimensões de 1,63m de largura por 1,83m de altura. O outro fica entre a cozinha e o corredor do loft. Já a instalação, feita com 9 mil entremeios de madeiras e fios de ferro, segue as tendências da contemporaneidade, podendo ser utilizada em diversos ambientes da casa, em várias posições.
Reprodução da obra em madeira e ferro de Ricardo Teixeira.