domingo, 12 de agosto de 2012

VISUAIS - INSTALAÇÃO DE PERNAMBUCANOS - 4 DE JANEIRO DE 2000


JORNAL A TARDE, TERÇA-FEIRA, 04 DE JANEIRO DE 2000.

         INSTALAÇÃO DE PERNAMBUCANOS EM PARIS
O estado de Pernambuco, nos últimos anos, vem-se destacando pelas manifestações artísticas, tanto na música como nas artes plásticas. No campo musical, temos o trabalho renovador de Chico Science (falecido prematuramente), de Mestre Ambrósio, de Lenine, só para citar alguns. Muita gente boa tem surgido também nas artes plásticas. Recentemente, um grupo de artistas do estado vizinho esteve em Paris, onde expôs sob os auspícios da embaixada brasileira, apresentando a instalação Gambiarra, elemento utilizado nas festas populares para iluminar os locais dos festejos. O grupo, composto por Cristina Machado, Dantas Suassuna, José Paulo, Maurício de Castro, Maurício Silva e Rinaldo expôs na Galeria Debret, que fica na Rua La Boétie, 28, em Paris. Na foto, aparecem os artistas, diante de seis malas, dessas que são comercializadas nas feiras nordestinas. Isto me veio à memória quando aqui cheguei pela primeira vez e fiquei hospedado, com meu pai, no antigo hotel São Bento, hoje desativado e trazia comigo uma dessas malas, a qual ainda exalava um cheiro característico de couro curtido e das tintas utilizadas na pintura. Naquela época não existiam por aqui malas plásticas e de couro requintadas, como as de hoje.

                   ANO DE MUITAS EXPOSIÇÕES

Esta é a primeira coluna do ano. Venho registrando, há 25 anos, as mais diversas manifestações na área das artes plásticas, procurando, dentro das minhas limitações, não deixar escapar o que se faz na cidade. Tenho registrado também discordâncias com relação a políticas desenvolvidas por algumas instituições e isto me tem causado problemas, porque os criticados levam para o lado pessoal. Essas pessoas não têm a humildade de ver que isto é importante para elas. Os aplausos de subordinados e bajuladores que vivem em busca de vantagens é que são prejudiciais ao administrador. Agora mesmo, discordei do regulamento do VI Salão de Arte, por entender que os artistas do sul do país têm muitas oportunidades e os daqui quase nenhuma de ganharem prêmios e, assim, poderem desenvolver o seu trabalho. Isto não é xenofobismo. Se querem mostrar a arte feita em outras regiões é só promover exposições em museus e instituições de outros estados.

           NOVO CONSELHO DE CULTURA É EMPOSSADO

Foram empossados, no último dia 28, em sessão especial, realizada na sede, Rua da Graça, 292, no Palacete Catharino, em ato presidido pelo Secretário da Cultura e Turismo, Paulo Gaudenzi, os novos conselheiros cujo tempo de mandato corresponde ao do Chefe do Executivo. São eles: Antônio Jorge Portugal, Antônio Risério, Cláudio de Andrade Veiga, Fernando Rocha Peres, Geraldo Magalhães Machado, Humberto de Castro Lima, Kleyde Mendes Lopes, Lia Robatto, Luís Henrique Dias Tavares, Maria Mercedes de Oliveira Rosa, Myriam de Castro Lima Fraga, Nilda Cezar Spencer, Oscar Dourado, Sante Scaldaferri, Waldir Freitas Oliveira, Wilson Mascarenhas Lins de Albuquerque, Ana Maria Pedreira Franco de Castro e Sylvia Maria Menezes de Athayde.