sábado, 6 de julho de 2013

BAHIA TERÁ MUSEU ETNOGRÁFICO

JORNAL A TARDE,SALVADOR,  30 DE MARÇO DE 1974


 A Fundação Cultural do Estado da Bahia, através o seu titular, Professor Ramakrishna Bagavan dos Santos, está finalizando os estudos de custos, materiais e expositores, com o objetivo de fundar o Museu Etnográfico da Bahia, que substituirá o extinto Museu de Arte Popular. Dizem as pessoas ligadas ao setor, que o Museu de Arte Popular nunca existiu, legalmente, não era uma instituição oficializada, registrada e que as exposições ali realizadas eram compostas de obras, emprestadas, de artistas baianos, já devolvidas a seus respectivos donos.
Estarrecedoras estas declarações. Chegamos à conclusão de que o Museu de Arte Popular, tido naquela época como uma casa de cultura, uma instituição cultural, não a existia! E as informações continuam: Foi em 1969 que a Delegacia do Patrimônio Histórico cedeu um dos seus salões, no Museu do Unhão, a fim de serem colocadas obras de artistas populares  e  de  colecionadores baianos, os quais, gentilmente, ofereceram-se para emprestar seus trabalhos. As primeiras obras ali colocadas foram de Mário Cravo. Outros artistas, depois dele, seguiram o exemplo e peças de propriedade de Carybé,Mirabeau foram incorporadas ao Museu?
Mas, devido a falta de uma orientação e, mesmo, de divulgação por parte de seus dirigentes, a afluência àquela casa de cultura foi diminuindo e apenas alguns turistas perdidos naquele casarão colonial apareciam para visitar as peças expostas no Museu de Arte Popular.. Com isto os ´proprietários das peças ali expostas, notando o desinteresse solicitaram a sua devolução.
Outras peças figuram hoje em outros museus. O Museu do Recôncavo possui várias obras, que antes estavam expostas no Unhão.O Sr. Renato Ferraz assegurou que o prédio está necessitando de consertos e que as obras não sofreram muito devido aos cuidados que ele havia tomado.

           CAPELA TERÁ PAINEL DE MÁRIO CRAVO JR

A mais moderna capela em estilo contemporâneo está sendo concluída no Hospital Português e contará com um painel do escultor Mário Cravo Jr. A capela tem uma estrutura de concreto que se funde com o painel de  acrílico de resina poliéster.
O painel é frontal, de 8,40 por 7 metros, onde Mário Cravo Jr colocará 25 placas , nas mais variadas cores, dando um clima de alegria à Capela.

                   ANTONETO

O pintor Antoneto inaugurou sua exposição no Museu Regional de Feira de Santana. Ele já participou de sete exposições coletivas e de igual número de individuais. Sesus trabalhos já são conhecidos do público.