domingo, 28 de julho de 2013

RECONHECIMENTO DA CRÍTICA CONTRA O BICO

JORNAL A TARDE, SALVADOR,  SÁBADO, 28 DE OUTUBRO DE 1978

Na semana passada teci alguns comentários sobre a exposição dos médicos pintores que está aberta ao público na Galeria Cañizares. Porém, o que me surpreendeu e é gratificante foram os inúmeros telefonemas que recebi de artistas baianos dando total apoio às palavras que escrevi criticando a interferência dos médicos no mercado de arte.
Tive conhecimento que um grupo de artistas está elaborando um documento com dezenas de assinaturas se posicionando contra este tipo de promoção que serve para desvirtuar o nosso tão falido mercado de arte. É preciso que os diretores e proprietários de galerias atentem para este fato, que é de suma importância para centenas de pais de famílias que vivem de arte. Os médicos integram uma classe privilegiada e não necessitam comercializar trabalhos de arte. O bico é condenado sob vários aspectos que prefiro aqui não me estender.
O que desejo é que fique claro a minha independência e também que não sou contra que alguém pinte ou escreva. Acho que apenas aqueles que desejam ser pintor devem abraçar esta carreira deixando o bisturi ou qualquer instrumento de trabalho próprios de outras profissões.
A profissionalização deve ser defendida por todas as pessoas de bom senso. Sei também que a intenção da pessoa que cedeu a galeria para realização desta exposição combina perfeitamente com meu pensamento. Talvez tenha cedido a galeria para uma confraternização, o que não aconteceu. Portanto, foram infelizes os seus organizadores.
Aliás este não é o primeiro ano que fazem este tipo de exposição, pois se não me engano no ano passado foi realizada no Centro Espanhol.

JORNADA LATINO-AMERICANA DE CRÍTICA DE ARTE EM BUENOS AIRES

De 13 a 19 de novembro será realizada em Buenos Aires a Jornada Latino-Americana de Crítica de Arte organizada pela Associação Argentina de Críticos de Artes, secção argentina da Associação Internacional dos Críticos de Arte.Haverá um simpósio e exposições com entrega de prêmios àqueles que desenvolveram atividades durante o conclave.
Quatro importantes temas serão tratados pelos congressistas: Teorias Atuais das Artes Visuais; Situação e Perspectivas da Arte Latino-Americana; Possibilidades para Uma Melhor Educação Artística e Função da Teoria e Crítica de Arte.
A título de ilustração  obra de Alberto Heredia
Uma das mostras que será aberta no dia 14 de novembro contará com a presença de importantes artistas argentinos:Felipe Aldama, Líbero Badii, Luís F. Benedit, Antônio Berni, Marcelo Bonevardi, Ary Brizzi, Mildred Burton, Carmelo Carrá, Amércio Castilha, César Coffone, Juan Carlos Disttéfano, Diana Dowek, Mercedes Esteves, José A. Fernandez Muro, Nestor Gómez,Jorge Gonzalez Mir, Sarah Grilo; Victor Grippo, Alberto Heredia, Alfredo Hlito, Ennio Lommi, Jorge Kleiman, Lea Lublin, Leopoldo Maler, Vicente Marotta, Gabriel Messil, Marta Minujin, Pablo Obelar, Miguel Ocampo, Marie Orensanz, Margarita Paksa, César Paternosto, Luiz Pazos, Liliana Porte, Alfredo Potillos, Alejandro, Emílio Renart, Josefina Robirosa, Osvaldo Romberg, Juan Carlos Romero, Antonio Seguí, Maria Simon, Elsa Soibelman, Dalmiro Sirabo, Clorindo Testa, Enrique Torroja, Nicolas Uriburu.
Integram o Júri: Waldylawa Jaworska (Polônia), Presidente de Honra da Associação Internacional de Críticos de Arte; Jacques Lassaigne (França), Curador do Museu de Arte Moderna de Paris; Juan Acha (México); Gregory Battcock (Estados Unidos); Margarita D’Amico (Venezuela); Walter Zanini e Roberto Pontual (Brasil).
O Primeiro Prêmio será de 4 mil dólares e o segundo de dois mil dólares.
A segunda mostra, intitulada Jovem Geração contará com trabalhos de:
Jorge Álvaro, Jacques Bedel, Miguel Angel Bengoeches, Remo Bianchedi, Pablo Bobbio, Juan José Cambre, Alicia Carletti, Ricardo Carreira, Lupís Frangella, Hector Giuffre, Luís Lurcovich, David Lamelas, Hugo Laurencena, Máximo Okner, Raúl Rodrigues, Andrés Waissman, Horácio Zabala y Graciela Zar.
O júri será integrado por: Dra. Wladyslawa Jaworska (Polônia) (França); Juan Acha (México); Gregoty Battcock (Estados Unidos); Mário Baratta y Frederico de Morais(Brasil); Margarita D’Amico (Venezuela); e Samuel Paz, Horácio Safons, Nelly Perazzo e Fermin Fevre, do  Colégio de Jurados da Associação, darão um Prêmio de Aquisição no valor 2.500 dólares; o Segundo Prêmio da Crítica, de 1.000 dólares.

PRÊMIOS DOS CRÍTICOS BRASILEIROS

A Associação Brasileira de Críticos de Arte instituiu dois prêmios destinados a distinguir um crítico de arte e um artista plástico que se tenham destacado por sua atuação no período de 1977-1978.
O Prêmio Gonzaga Duque, no valor de CR$ 50 mil, distinguirá um crítico ensaísta ou historiador de arte, por trabalho de divulgação ou atuação profissional no campo das artes plásticas, enquanto o Prêmio ABC premiará anualmente um artista plástico e sua obra, consagrado ou emergente, desde que significativa para o processo cultural brasileiro. Na premiação levar-se-á em conta que o artista tenha realizado uma exposição individual ou retrospectiva em 1978.
Ao artista mais votado será concedido um troféu especialmente criado por um escultor de renome. Ambas as premiações contam com o patrocínio da Funarte.
Até o final tudo estará circulando mais um número da Revista Crítica de Arte, da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABC), com colaboração de críticos e artistas de todo o Brasil.

SEMANA DA CULTURA

Maria Helena da Silva, artista que desponta, está participando com alguns trabalhos de uma mostra que integra a Semana da Cultura na Cidade de Itaberaba. A Semana visa mostrar ao público trabalhos de jovens artistas do município. Falando sobre a importância do evento, Maria Helena disse que foram convidadas várias pessoas de outras cidades vizinhas e também de Salvador com o objetivo de proporcionar uma participação bem maior. Esta Semana da Cultura é muito importante porque todos têm oportunidade de conhecer novas manifestações e cultura é o alimento do intelecto.

                    PAINEL
ORLANDO BRITO- carioca de nascimento ele pinta desde 1950 e sua última mostra foi na Galeria Agora. Recebo seu novo catálogo da mais recente exposição na Signo Onde apresenta alguns trabalhos baseados na paisagem. É um artista que retrata o Brasil e suas cidades. Esta é uma aquarela de São pedro da Aldeia, do artista carioca


INSISTENTE- O que mais admiro no cidadão Aderbal Rodrigues é sua ferrenha vontade em tornar-se pintor.Na apresentação, outro cidadão diz que ele é antes de tudo um esteta. Acho que ambos estão enganados, devem procurar outra atividade.

ESTREANTES- Ada Mônica Santos Brito, Ana Rita Suiz Campos, Belmiro Neto D’Oliveira Santos, Célia Maria Messia Lima, Celina Rodrigues do Nascimento, Cinthia Teixeira de Almeida, Denise Bandeira Catharino, Emmy Tosta Lima, Francisca Tânia Silva Viana, Humberto Britto, Káthia Cristina Tavares Oliveira, Márcia Maria Guimarães Mendonça, Maria Alice Vasquez Nogueira, Maria Angélica Alves Pimentel, Maria de Fátima de Assis Sales, Maria de Fátima Caldas Santana, Maria Luiza Oliveira Borges, Mário Eduardo Marques Souza, Raul Varella Seixas, Sandra Oliveira Lima, Theonilo Amorim Filho e Walmiró Pedreira Filho, expõem na galeria Panorama.

NICK SUERDICK- Está expondo no Museu da Cidade.
Diz ele que está tentando adaptar à realidade. "Enfrentarei o real. Tentarei mudar o que pode ser mudado e aceitarei o que não pode mudar."
Cuidado Nick este comodismo é perigoso. Foto ao lado.





LEILÃO DE ARTE- Foi realizado em A Galeria, São Paulo um leilão com 100 obras de qualidade.
Durante o leilão foram vendidas obras em benefício da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de São Paulo e Associação Cultural e Recreativa, a Hebraica da Bahia. Foram leiloados quadros de Antônio Parreiras, João Alves, Di Cavalcanti, Mário Zanini, Clóvis Graciano e Gino Bruno, dentre outros. Na foto III, quadro de Di Cavalcanti.



JOSILTON TONM- esculturas estão expostas na mini galeria da ACBEU. Um jovem que promete e vive preocupado em tentar escrever e explicar o que faz com a madeira.

ELDER E BRUNO- estão expondo na Galeria O Cavalete, no RioVermelho.