domingo, 14 de julho de 2013

MONUMENTO DE HAROLDO BARROSO

JORNAL A TARDE , SALVADOR, SÁBADO, 23 DE MARÇO DE 1974

O  monumento  de Barroso
Um novo monumento foi inaugurado na Guanabara , de autoria do escultor Haroldo Barroso, formado por elementos de concretos pré moldados, num total de 10, com 21 metros de altura.
Trata-se de um módulo ( cubo) formado de dois elementos, em progressão ascendente, acentuando o sentido desenvolvimentista, a que o escultor procurou homenagear.
Monumento está localizado no campus da Universidade do Estado da Guanabara e seu autor conquistou em 1973, o Prêmio Viagem  ao Estrangeiro, no Salão Nacional de Arte Moderna.
O local foi escolhido muito bem, porque de um lado está a Universidade e do outro o Estádio do Maracanã. Assim, o escultor Haroldo Barroso conseguiu o que desejava : aliar à cultura e as manifestações esportivas num tom de desenvolvimento, de crescimento.
Haroldo Barroso é arquiteto de profissão, já teve vários projetos premiados, como a casa que projetou para o paisagista Roberto Burle Marx e para um hotel na ilha de Paquetá. Em 1972 conquistou um dos primeiros prêmios do Salão de Verão e realizou individual na Galeria do Icbeu.
Atualmente, está concluindo uma escultura em aço para uma das praças da Cidade de Niterói, no Estado do Rio.


Quero agradecer a gentileza de Geraldo Edson de Andrade, que me escreveu da Guanabara enviando algumas informações sobre o escultor Haroldo Barroso.

                 ROSA CRAVO FAZ SUA PRIMEIRA MOSTRA


Criança, de Rosa Cravo
A artista Rosa Cravo inaugurou, no último dia 15, sua primeira exposição individual, na Galeria Panorama.
Há dois anos que ela vem se dedicando inteiramente às artes plásticas e agora apresenta ao público 43 quadros, onde estão retratadas figuras humanas.
Ela já participou de duas exposições coletivas, juntamente com outros estreantes, sendo a última uma promoção com vistas a arrecadar fundos para um instituto beneficente.
Rosa Cravo é uma estreante e, como tal, deve ser visto o seu trabalho de artista. Ela tem uma grande necessidade de pintar, de criar. Inicialmente, ela começou a pintar casarios e marinhas e, hoje todos os seus trabalhos representam figuras humanas.
São moleques de rua, homens e mulheres que apresentam todas as características de uma pintura impressionista. Embora seus amigos e colegas classifiquem sua pintura como impressionista, ela afirma que não a existe uma preocupação com estilos: O que desejo é pintar livremente e não vejo a arte com fins comerciais.
Desde 1972 que Rosa Cravo freqüenta aula de pintura na Galeria Panorama, academia que tem à frente o professor Euler e que não se cansa de transmitir suas técnicas a pessoas que buscam realizar um trabalho sério dentro das artes plásticas. Diz a própria Rosa Cravo Guimarães: "Sinto-me um grão de areia nesta imensa praia que é o mundo da pintura". E é onde ela, certamente, se destacará dentro de alguns anos. O que importa é que a artista vem procurando trabalhar com honestidade e dedicação.

DI CAVALCANTI

Em presença do pintor Di Cavalcanti, foi inaugurada, na semana passada, na Guanabara, uma exposição das novas mulatas. A exposição foi programada pela Bolsa de Arte já que Di Cavalcanti, afirmou à imprensa carioca, é um homem fora de exposições: "Eu já não tenho mais paciência de ver público.Não sei nem qual foi minha última mostra, porque já fizeram várias sem a minha presença."

ARTE POPULAR PRECISA DE U MUSEU

É preciso que as autoridades baians tomem conhecimento da necessidade do funcionamento em Salvador de um Museu de Arte Popular , como ocorre nas grandes capitais. Em Recife o Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais mantém dois museus, um de Antropologia e outro de Arte Popular, onde mostra a cerâmica utilitária, as vestes e as figuras de barros, além de outros objetos ligados diretamente à arte nordestina.
A Bahia, que um imenso celeiro de arte popular, inexplicavelmente pouco tem feito neste setor.Basta uma ligeira visita ao Mercado Modelo , a que podemos chamar de uma vitrine da arte popular em nossa terra, para que sintamos a necessidade de um Museu de Arte Popular em Salvador.