domingo, 14 de julho de 2013

MURAL DE CARLOS BASTOS RETRATA PERSONALIDADES BAIANAS

JORNAL A TARDE,SALVADOR,  BAHIA 02 DE MARÇO DE 1974

Alguns não entenderam a intenção do pintor Carlos Bastos em retratar pessoas da sociedade baiana no grande painel de 180 metros quadrados que fez para ornamentar o novo prédio da Assembléia Legislativa.
Numa das barcas que acompanha a tradicional galeota que conduz o Senhor do Bom Jesus dos Navegantes, Carlos Bastos colocou Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, Irmã Dulce e outros, entre os quais o Secretário do Planejamento Mário Kertsz.
Na galeria estão retratados diversas personalidades políticas, artistas, jornalistas. O Governador Antônio Carlos Magalhães, ex-Governador Luís Viana Filho, o jornalista Florisvaldo Matos, o legendário Camafeu de Oxossi, o ex-Reitor Edgard Santos, a colega July, Menininha do Gantois, Jorge Amado, o inesquecível major Cosme de Farias dentre muitos outros.
Não estive pessoalmente com o pintor Carlos Bastos mas é de supor que sua ideia foi de retratar estas pessoas como um documento para a História recente da Bahia. São pessoas ligadas à vida pública e intelectual baiana e que certamente serão sempre lembradas. Assim a ideia de Carlos Bastos de reunir num painel tanta gente importante deve ser louvada por todos nós. Alguns chegam a opinar que o artista deveria ter pintado uma cena da Independência da Bahia ou outro fato ligado mais diretamente ao poder Legislativo. Acontece que o artista deve ter o direito de livre criação e foi dentro deste espírito que Carlos Bastos deve ter concebido o seu mural que certamente será uma das principais atrações do Centro Administrativo, e uma página importante das Artes Plásticas na Bahia.
Mas ,não podemos deixar de falar também do trabalho de Caribé que é todo confeccionado em cimento armado e que fica logo à entrada principal do prédio.

DE BARRO

As carrancas esculpidas em barro pela artista Ana dasw Carrancas  do São Francisco estão tendo uma boa aceitação do público baiano.
Os seus trabalhos são famosos exatamente por apresentarem grande expressão plástica e também por serem esculpidos em barro. As carrancas utilizadas nos barcos que navegam o São Francisco são esculpidas em madeira e acreditam os pescadores que servem para espantar os maus espíritos.
As carrancas de barro de Ana do São Francisco estão expostas em vários países e agora alguns deles estão na Pop Artesanato.

NECESSIDADE
Este baú mostra Pat Boone enfrentando um urso


A necessidade fez surgir nos Estados Unidos  há mais de um século a chamada Arte Folk Americana. Era a época onde tudo era difícil. A loja ficava muito longe e assim o americano passou a fabricar seus móveis e outros utensílios. Para decorá-los desenhava e pintava cenas da época contribuindo desta forma com uma documentação com grande valor histórico.
Agora mais de 300 desses trabalhos estão expostos no Whiney Museum Of America Art, numa exposição denominada de O Florescer da Arte Folk Americana. Lá o visitante pode observar cataventos, rocas, cancelas, pinturas de artistas itinerantes e até pontos de bordado. Um dos trabalhos que está chamando a atenção é uma arca entalhada que apresenta em suas portas uma pintura com florações.