domingo, 14 de julho de 2013

SANDUARTE BARRANQUEIRO E PINTOR

JORNAL A TARDE , SALVADOR, SÁBADO 08 DE JUNHO DE 1974

Todos já conhecem o pintor Sanduarte  que vive exclusivamente trabalhando e incentivando tudo que diz respeito à arte e cultura. É Secretário do Departamento Municipal de Turismo de sua cidade de Juazeiro e constantemente está fazendo promoções. Agora chegou a vez de preparar uma exposição onde mostra 30 telas onde estão retratados personalidades da região. Mas são os bicos de pena e guaches que atestam a sua qualidade de um bom desenhista e artista nato.
Vivendo à beira do rio São Francisco o barranqueiro Sanduarte sofre a influência do rio e com isto seus melhores trabalhos são os peixes que ele faz maestria. O desenho é quase perfeito como também o colorido e a composição como um todo, Sanduarte começou pintando retratos de vultos históricos em estilo acadêmico a lápis e bico de pena. Já fez incursões pelo abstrato, pontilhismo e impressionismo. Hoje é um figurativo.


   EDVALDO RODRIGUES FAZ SUA PRIMEIRA EXPOSIÇÃO

Edvaldo Rodrigues, o Rodrigues é um pintor estreante que traz em seus trabalhos a marca da opressão. Todas suas telas são feitas dentro de uma temática de figuras com expressões de sofrimento e quase sempre presas por correntes. A corrente é a marca da opressão e talvez da necessidade de libertação que sente o jovem pintor, de apenas 18 anos de idade. Sua pintura é participante e tem conotação com as opressões a que os homens da sociedade tecnológica sofrem no seu dia a dia. Ele começou a pintar em 1973 e gosta também de entalhar. Está preparando alguns trabalhos que serão depois selecionados para integrar o salão de arte que será montado pela Aliança Francesa no próximo mês de setembro. Confessa Rodrigues que suas cores prediletas são azul e branco porque "estão mais presentes da natureza". Confesso que vi alguns de seus trabalhos e essas cores foram pouco utilizadas.