sexta-feira, 10 de agosto de 2012

VISUAIS - RETRATOS DE FÉLIX NADAR - 4 DE JUNHO DE 2002

JORNAL A TARDE SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 04 DE JUNHO DE 2002


                                     
                                      RETRATOS DE FÉLIX NADAR
A partir desta quinta-feira poderemos apreciar os retratos de personalidades famosas que fizeram parte do mundo cultural, social e artístico europeu no século XIX, assinados por um dos mestres da fotografia em preto-e-branco, o francês Félix Nadar (1820-1910).
Esses retratos integram  a mostra Félix Nadar - O Grande Retratista francês, que chega ao Conjunto Cultural da Caixa, depois de passar por São Paulo, trazida pela Caixa Econômica Federal, em parceria com a Aliança Francesa e apoio da Embaixada da França no Brasil. A exposição ficará aberta até 10 de julho próximo, na Galeria Mirante, no primeiro andar do casarão da Rua Carlos Gomes, que passa a funcionar em novo horário, oferecendo, assim, mais uma opção cultural para os fins de semana do baiano, de terça a sábado, das 10 às 17 horas, e aos domingos, das 13 às 17. Esta mostra tem , 61 fotografias originais, 58 delas montadas em quadros de 40cm x 47cm e outras três em quadros de 44cm x 54cm que mostram personalidades como os escritores Alexandre Dumas, Jules Verne, Victor Hugo, os pintores Edouard Manet, Eugéne Delacroix, Gustave Courbet e Honoré Daumier, a atriz Sarah Bernhardt, a escritora George Sand e o descobridor do fotógrafo, o caricaturista e grande organizador da imprensa, Charles Philipon, dentre muitos outros.
Na foto obra onde Félix  Nadar ressaltou o semblante tranquilo da escritora Sarah Bernhardt.
                                            A VIAGEM É SUA
 
O Peko, Pekinho ou Péricles Augusto Lima é uma dessas figuras baianas carimbadas. Hoje, trabalha em busca de expressar seus sentimentos através das artes plásticas. Lançou o livro Circular R2, fez incursão pela propaganda e, por meio da música, mostra este lado multifacetado, sempre ligado à arte. Às vezes, utiliza o vidro como suporte, para criar formas abstratas, com cores vibrantes sugerindo formas, ora de animais, ora de corpos celestes. A exposição está no Shopping Cultural Grandes Autores, em Ondina, a partir desta quinta-feira, até 15 próximo.
Na foto reprodução da obra de Peko que lembra a cabeça de um pássaro.
                           QUATRO MULHERES
Quatro mulheres e quatro técnicas distintas, uma mesma linguagem: o mundo urbano, o ser humano, os afetados. Adriana Hitomi, Andréa May, Beatriz Franco Rebeca Matta estão reunidas para apresentar seus trabalhos mais recentes nas artes plásticas. Multifacetadas, elas mergulham fundo no universo feminino e têm na multiplicidade de linguagens e formas de expressão o elo entre elas. A exposição será aberta nesta sexta-feira, na Galeria Acbeu . Adriana Hitomi fez um vídeo, resultante de uma performance realizada pela cantora Rebeca Matta, que vestia uma obra de sua autoria, um figurino em látex de formas híbridas. Andréa May mostra desenhos digitalizados, que passam por inúmeros processos, desde o desenho inicial feito a mão livre até a plotagem final, que transformarão sua forma radicalmente. Cada etapa do processo adiciona ao desenho original novas texturas que se misturam entre si.Beatriz Franco já realizou algumas exposições em Salvador- em trabalhos recentes, apresentou desenhos em negativos. Esta é a primeira vez que a artista mostra a produção em fotografia, neste caso, retratos em P&B.Rebeca Matta apresentará uma série de cinco esculturas realizadas a partir de intervenções em bonecas.