domingo, 12 de agosto de 2012

VISUAIS - FÁTIMA TOSCA NA MCR - 19 DE NOVEMBRO DE- 2002


JORNAL A TARDE SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 19 DE NOVEMBRO DE 2002

                                   FÁTIMA TOSCA NA MCR...

O fundo branco já nos dá uma idéia de paz, e em seguida os pontos e linhas coloridas surgem como um jogo de xadrez nos obrigando a participar ludicamente da cena. Os objetos estrategicamente colocados em suas telas são referências de uma trajetória e mesmo de observações pessoais. Dá para sentir a presença da delicadeza do traço feminino, e também da infância de Fátima Tosca. Isto está expresso até mesmo nas denominações de suas telas, como Conversando com os Meus botões, Quebra-cabeça, O Quintal, Tapete Mágico e Cadê o Mágico.
Reprodução da foto de Fátima Tosca quando de sua exposição individual.

                   TRÊS NOVAS EXPOSIÇÕES

Um período movimentado no Conjunto Cultural da Caixa, que abre, nesta quinta-feira, a partir das 18 horas, três novas exposições. Na Galeria Arcos, Cores de Quintal, da baiana Inha Bastos, poderá ser visitada até 22 de dezembro. No Salão Nbre, Memória e Percepção, da paranaense Estela Sandrini. E na Galeria Mirante, a mostra Xilo Internacional, com 40 obras de 20 artistas de 11 países diferentes, que permanecerá por 30 dias. A mostra Xilo Internacional é uma verdadeira aula de xilografia contemporânea. Esta exposição já circulou em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. São 40 obras do acervo do Museu Olho Latino, produzido por artistas considerados referências na xilogravura. São os poloneses Witold Kalinsk e Adrzej Popiel, ambos veteranos participantes de bienais em gravura em todo o mundo. O egípcio Hussein El Gebali, professor da Universidade do Cairo, é outro grande nome da mostra. Seus trabalhos são desenvolvidos com muita impressão. Do Brasil, participam da exposição a paulista Celina Carvalho, o mineiro Wallace de Medeiros e o cearense Sérgio Lima, que recebeu o Prêmio Aquisição, na 3th Tóquio Internacional Mini Print Triennial 2002, mostra que foi realizada em junho, na Tama University.

                                            FLORES E CORES
O colorido é exuberante, a exemplo das flores que enfeitam nossos campos e jardins das cidades. Tem um efeito decorativo de impacto porque as largas pétalas de cores fortes transcedem àquele olhar morno diante da obra de arte. A exposição de Ju Carvalho está no saguão do grande Hotel da Barra, até quinta-feira .
Reprodução da obra de Ju Carvalho que tem um colorido exuberante.