domingo, 12 de agosto de 2012

LEONEL MATTOS ESTÁ EM CASA - 29 DE JANEIRO DE - 2002


JORNAL A TARDE SALVADOR, TERÇA-FEIRA, 29 DE JANEIRO DE 2002

                                       LEONEL MATTOS ESTÁ EM CASA


Depois de um ano e sete meses atrás das grades na Penitenciária Lemos de Brito, o artista Leonel Mattos está em prisão domiciliar, para tratamento de um problema de saúde (síndrome de pânico), adquirido em decorrência da prisão. Devido ao temperamento inquieto e criativo do artista, os familiares a amigos sempre temeram que algo de ruim pudesse acontecer com ele durante o tempo do cativeiro - o que concretizou-se, com a doença. Porém, mesmo preso, ele continuou pintando e até desenvolveu um trabalho de integração com os colegas de infortúnio, obras, inclusive, que integraram uma exposição denominada Fragmentos do Diário da Cadeia. Para que pudesse iniciar um tratamento de saúde, Leonel contou com o apoio do Secretário de Justiça do Estado, Heraldo Rocha, e do juiz Rilton Góes, da Vara de Execuções Penais, depois de uma longa batalha judicial ( agindo conforme os laudos oficiais) e da luta do advogado Abdon Abade dos Reis. Agora, ele (Leonel) espera concretizar um trabalho com 100 moradores do bairro Alto de Coutos, projeto que será realizado através da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social da Prefeitura (Setrabs), de acordo com convite formulado pelo Secretário Municipal Raimundo Caíres. O artista ensinara aos moradores carentes técnicas de produção de tapetes de borracha, que deverá ser comercializada em supermercados da cidade, garantindo uma renda mínima para os moradores.
O artista Leonel Mattos vai desenvolver um projeto social ligado à arte.

                      XURXO CLARO E PEREIRA

A Galeria de Arte Nome aos Bois ( Rua Fonte  do Boi, nº 10, Rio Vermelho) abre a temporada 2002 com a exposição de trabalhos do artista Xurxo Oro Claro e do baiano Paulo Pereira. A galeria pretende continuar com a proposta de fazer intercâmbio entre artistas europeus e brasileiros que tenham uma linguagem contemporânea.
“Sempre que pudermos, estaremos apresentando artistas que tenham alguma afinidade”, explica a artista Daniela Steele, uma das sócias da galeria. A exposição será inaugurada na próxima sexta-feira, às 19 horas. A visitação pode ser feita de segunda a sexta, das 14 às 19 horas, até 28 de março. Xurxo Oro Claro e Paulo Pereira são pintores e escultores e têm um trabalho muito próximo. Os artistas vão expor esculturas, Xurxo, que trabalha com aço inox, cobre e vidro, apresentará obras em formatos de pregos em tamanhos gigantes (cerca de 2 metros), bóias salva-vidas e sapatos.
Paulo, que trabalha com madeira, mostrará agulhas, também em tamanho gigante ( 2 metros). Vamos conferir a qualidade.
Reprodução da foto da artista Daniela Steel, uma das sócias da galeria.