domingo, 2 de dezembro de 2012

SALÃO NACIONAL JÁ TEM REGULAMENTO PARA 1984 - 09 DE JULHO DE 1984


JORNAL A TARDE SALVADOR, 09 DE JULHO DE 1984

    SALÃO NACIONAL JÁ TEM REGULAMENTO PARA 1984

Calá foi um dos jurados do Salão
Com modificações no seu Regimento, principalmente relativas ao sistema de inscrição, o VII salão Nacional de Artes Plásticas Mec/Sec/Funarte, sob a coordenação do Instituto Nacional de Artes Plásticas, está aberto a qualquer artista brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil, inaugurando no dia 7 de dezembro de 1984, no Palácio da Cultura e/ou Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. A inscrição, realizada este ano através de dossiê acompanhado de ficha própria, deve ser feito no período de 30 de julho a 31 de agosto e remetida para VII Salão Nacional de Artes Plásticas/INAP/Funarte, Rua Araújo Porto Alegre, 80, Rio de Janeiro, RJ-20030.
A ficha de inscrição estará a disposição dos candidatos na Delegacia do MEC. Os candidatos poderão inscrever-se nas categorias de pintura, escultura, desenho, gravuras, tapeçaria, fotografia e em mídias contemporâneos como, instalação, performance, vídeo-tape, filmes de 16mm, e super-oito, audiovisual, objeto, neon, laser e holografia. A Comissão Nacional de Artes Plásticas é composta por Renina Katz, Paulo Sérgio Duarte, José Claúdio, Calasans Neto, Osmar Pinheiro e Icléia.

ALGUNS DETALHES

A Fundação Nacional de Arte (Funarte)- realizará o VII Salão Nacional de Artes Plásticas, entre 07 de dezembro de 1984 e 20 de janeiro de 1985, no Rio de Janeiro, no Palácio da Cultura e/ou Museu de Arte Moderna; e apresentará uma manifestação paralela através de uma Sala Especial.
A inscrição será realizada através de dossiê, acompanhado de ficha própria, no período compreendido entre 30 de julho a 31 de agosto de 1984. Os candidatos deverão remeter as inscrições com o dossiê para: VII Salão Nacional de Artes Plásticas/INAP/Funarte, Rua Araújo Porto Alegre, 80- Rio de Janeiro, RJ-20.030. Poderão inscrever-se em apenas uma das seguintes categorias: pintura, escultura, desenho, gravura, tapeçaria, fotografia e em mídias contemporâneas; tratando-se de instalação, os candidatos deverão apresentar desenhos indicativos, fotos ou slides da maquete, além de memorial descritivo de no máximo 1(uma) lauda de 30 (trinta) linhas com as dimensões do trabalho, técnica e título. Os filmes super-oito e 16mm e vídeo-taipes os candidatos deverão apresentar fotogramas, além de memorial descritivo de no máximo 1 (uma) lauda de 30 (trinta) linhas, com a duração do trabalho em minuto, título e valor; para audiovisual deverão apresentar slides e memorial descritivo de no máximo 1(uma) lauda e 30 (trinta) linhas, com a duração do trabalho em minuto, título e valor; a duração dos filmes super-oito e 16mm, vídeo-taipes e audiovisuais, deverá ser de no máximo 15 (quinze) minutos; Mídia, modalidade performance, deverão apresentar memorial descritivo de no máximo 2 (duas) laudas de 30 (trinta) linhas; Holografia, os candidatos deverão apresentar fotos ou slides, memorial descritivo de no máximo 1 (uma) lauda de 30 (trinta) linhas, com as dimensões em cm e especificações do suporte  e montagem, além do título e valor; Neon os candidatos deverão apresentar planta com todas as especificações técnicas de instalação elétrica, inclusive a localização dos transformadores de voltagem, memorial descritivo de no máximo 1 (uma) lauda de 30 (trinta) linhas, além de desenhos indicativos com as dimensões do trabalho em cm e título; Objeto, os candidatos deverão apresentar fotos em preto e branco ou slides cor, sempre que o original for colorido, além de memorial descritivo de no máximo 1 (uma) lauda de 30 (trinta) linhas com dimensões do trabalho em cm, título e valor; Laser, os candidatos deverão apresentar desenhos indicativos com as especificações de focalização do laser, além de memorial descritivo de no máximo 1 (uma) lauda de 30 (trinta) linhas com as dimensões do trabalho em cm e título.
Entende-se por mídias contemporâneos as seguintes técnicas ou linguagens: instalação, performance, vídeo-taipe, filmes 16mm e super-oito, audiovisual, objeto, neon, laser, e holografia.

DA SELEÇÃO

Os candidatos poderão inscrever-se com até 3 (três) trabalhos quando se tratar de pintura, escultura, desenho, gravura, tapeçaria ou fotografia. Nos casos de mídias contemporâneos, poderão apresentar somente 1 (um) trabalho; as obras não poderão ocupar um espaço de parede acima de 4(quatro) metros lineares ou 10 (dez) metros quadrados em planta baixa.
O dossiê referente aos trabalhos inscritos nas categorias pintura, escultura, desenho, gravura, tapeçaria e fotografia, deverão conter os seguintes elementos: 1- documentação fotográfica de obra deverá ter no mínimo de 3 (três) e no máximo de 6 (seis) fotografias ou slides cor, sendo que essas fotos se referem às obras que o artista inscreve no salão. As fotos deverão atender aos seguintes requisitos: a) dimensões das fotos, 9x12cm ou 18x24cm; b) cada obra deverá ser fotografada por inteiro, não sendo aceitas fotos de detalhes; c) os trabalhos deverão  ser fotografados a cor ou em preto e branco. Para melhor leitura dos mesmos, deverão ser representados por material fotográfico a cor, sempre que o original for colorido (Recomenda-se aos artistas gráficos que não fazem uso da cor em seus trabalhos para não representá-los em slides).
Quando se tratar de pintura, gravura, escultura, desenho, tapeçaria ou fotografia o candidato deverá indicar na ficha de inscrição, na ordem A,B,C, os 3 (três) trabalhos de sua preferência: ficha técnica completa de cada obra, contendo: título de trabalho, técnica, dimensões em cm e valor.
Para os efeitos de seleção e premiação será constituída uma subcomissão composta de três membros indicados pela Comissão Nacional de Artes Plásticas e três membros eleitos pelos candidatos ao VII Salão Nacional de Artes Plásticas, além do Diretor Instituto Nacional de Artes Plásticas/Funarte, que a presidirá com direito a voto de qualidade. Os três membros da Subcomissão de Seleção e Premiação indicados pela Comissão Nacional de Artes Plásticas não poderão integrá-la em anos consecutivos.
A Subcomissão de Seleção e premiação deverá selecionar as propostas em duas etapas denominadas 1ª e  2.ª seleção.São irretratáveis e irrecorríveis as decisões finais da Subcomissão a que se refere o presente artigo.

ELEIÇÃO DIRETA

Os inscritos  indicarão na própria ficha de inscrição os votos para os seus representantes na Subcomissão de Seleção e Premiação. Parágrafo 1.º- Os representantes indicados que participarem da Subcomissão de Seleção e Premiação não poderão ser eleitos em anos consecutivos. O voto concedido a pessoa inelegível será considerado nulo com relação àquele nome, sendo válido com relação aos demais. O candidato quando preencher a ficha de inscrição deverá votar em três nomes distintos. A repetição de um mesmo nome na ficha de inscrição implicará na anulação do nome repetido. Serão eleitos para membros desta Subcomissão os três nomes mais votados pelos candidatos ao salão, devendo ser pública a apuração de suas indicações, prevista para o dia 10 de setembro de 1984, ás 14 horas, na sala Aloísio Magalhães, na sede da Funarte.
Correrão por conta dos candidatos selecionados na 1.ª seleção, não residentes no Rio de Janeiro-RJ, as despesas de embalagens das obras; As obras devem ser embaladas em caixas de madeira, e em perfeitas condições para o transporte, devendo ser entregues à transportadora credenciada pela Funarte; Será de responsabilidade da Funarte o transporte das obras de candidatos selecionados na 1.ª seleção, não residentes no Rio de Janeiro;
A Funarte não se responsabilizará por despesas de transporte de obras que não sejam efetuadas pela transportadora por ela credenciada. As obras não selecionadas na 2.ª seleção, serão enviadas com frete pago ao endereço de origem indicado na ficha de inscrição; Em caso de mudança de endereço o candidato deverá comunicar à Funarte por escrito.

DOS PRÊMIOS

O VII Salão Nacional de Artes Plásticas concederá os seguintes prêmios: Quatro no valor mínimo de CR$2.000,000,00 (dois milhões de cruzeiros) cada, sendo dois intitulados Prêmio de Viagem no País;
Prêmio Especial Gustavo Capanema no valor de CR$400,000,00 (quatrocentos mil cruzeiros).
Serão concedidos Prêmios de Aquisição. Os trabalhos adquiridos serão pagos num valor nunca inferior ao declarado pelos expositores nas respectivas fichas de inscrição e serão incorporados ao patrimônio da Funarte. A premiação do trabalho realizado em parceria ou por um grupo de artistas será outorgado ao candidato inscrito, o qual deverá estar previamente indicado na ficha de inscrição; A Subcomissão de Seleção e premiação escolherá uma obra de cada artista premiado com viagem ao exterior e viagem no país, a qual será incorporada ao patrimônio da Funarte para posterior doação a museu, a seu critério.
Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão nacional de Artes Plásticas.

BAIANO GANHA MEDALHA DE OURO

A Comisão Julgadora do II Salão Nacional de Artes Plásticas Genaro de Carvalho, um evento promovido pela UNAP- União Nacional dos Artistas Plásticos e realizado no Bahia Othon Palace Hotel, concedeu uma das três medalhas de ouro ao artista plástico baiano Roberto Abelleira por seu trabalho Introspeccção 3-A.
Introspecção 3-A, obra de Abelleira premiada.
Abelleira, um artista baiano que já participou de várias coletivas dentro e fora do estado tendo inclusive arrebatado a medalha de prata na I Mostra do Conjunto Nacional em Brasília ganhou uma das medalhas de ouro concorrendo com 110 outros artistas, 69 dos quais de vários estados brasileiros. O seu mérito cresce ainda mais em importância considerando que o II salão Nacional de Artes Plásticas Genaro de Carvalho abrigou um total de 184 trabalhos expostos.
O júri que selecionou e premiou os melhores trabalhos concedendo ainda três medalhas de prata, três de bronze e algumas menções honrosas, foi composto pelos críticos de arte Adhemar Galvão e Bruno Seabra e pelo critico de São Paulo, Ubiratan Fernandes que funcionou também como Presidente da Comissão Julgadora.
O jovem artista baiano Abelleira está participando atualmente do II Salão da Marinha, em Brasília. Várias de suas obras encontram-se nos acervos das galerias de arte Panorama, Le Dôme e Galeria 13, todas em Salvador.