terça-feira, 25 de junho de 2013

BECO DE LAVRUCHINSKI TEM MUITAS OBRAS DE ARTE

JORNAL A TARDE, SALVADOR,  SÁBADO, 01 DE FEVEREIRO DE 1975

O belo prédio da famosa Galeria Estatal Tetryakov
Não muito longe do Kremlin, do outro lado do rio Moscou, no chamado Beco de Lavruchinski existe um prédio construído no início deste Século. O seu estilo lembra as fantasias dos contos de fadas russos e em sua fachada figura o antigo brasão de Moscou. Este é o prédio da Galeria Estatal Tretyakov, que é o museu de artes mais popular na União Soviética e goza de fama além de suas fronteiras. Anualmente cerca de um milhão de pessoas visitam o museu pois ele contém o maior número de obras de artes plásticas russa e soviética.
Fundada em 1356 pelo mecena Pavel Tretyakov, conhecida personalidade da cultura russa a galeria, em 1892, foi por ele presenteada a Moscou. Naquela época, o número de obras existentes na galeria era de pouco mais de três mil. No início da sua atividade de colecionador, Tretyakov 1832-1898 escreveu: eu gostaria de deixar uma galeria nacional... Para mim, que amo verdadeira e ardentemente as artes plásticas, não pode haver melhor desejo do que o de fundar um museu de artes plásticas público, que esteja ao alcance de todos, que a muitos traga benefícios e satisfação.
Uma das salas da Galeria Tetriakov com suas obras
Após a Revolução de 1917 iniciou-se um novo período na vida da Galeria Tetryakov, pois a sua coleção começou a crescer rapidamente e foi organizada uma seção completamente nova, isto é, a seção da arte soviética. O nome do museu foi conservado em sinal de reconhecimento do mérito de Tretyakov diante da cultura russa. Agora, a galeria possui cerca de quarenta e oito mil quadros, desenhos, esculturas e ícones, obras de artistas destacados. Ao passar pelas ruas 54 salas, o visitante obtém uma imagem de desenvolvimento da arte nacional, desde os monumentos da Rússia de Kley, criados no Século XI, até às obras dos nossos contemporâneos. Na Galeria Tretyakov encontra-se as melhores obras de arte dos grandes pintores russos entre os quais Andrei Rubliov, Karl Briulov, Vassili Perov, Ivan Kramskoi, Vassili Verescháguin, Ilia Répin, Vassili Surikov, Issac Levitan e Valentin Serov. Foto.

PRÊMIO REMBRANDT

O Prêmio Rembrandt 1975, da Fundação Goethe que representa uma das mais importantes láureas no campo das artes plásticas em todo o Mundo foi concedido no pintor inglês Ben Nicholson, nascido em 1894. O Júri esteve reunido em Milão. Há pouco tempo, Ben Nicholson expôs 60 obras inéditas na Tato Galery, de Londres.
O prêmio instituído em 1968 já foi entregue antes aos pintores Otto Dix, Joseph Vince, Willy Fries, Henrik Elias, Paul Delvaux e Fausto Melotti.
Na foto ao lado o pintor Ben Nicholson.