quinta-feira, 25 de abril de 2013

A AGRESSÃO DOS ESPIGÕES - 19 DE MARÇO DE 1977


JORNAL A TARDE, SALVADOR, SÁBADO, 19 DE MARÇO DE 1977

A AGRESSÃO DOS ESPIGÕES EM SALVADOR


"Quando o homem das cavernas sentiu necessidade, muito antes de mim de transformar sua casa em algo mais do que um abrigo, e pintou  nas paredes as coisas de que gostava, ele trouxe a arte do mundo. O impulso de dar ao seu lugar uma identidade pessoal não é apenas uma motivação para a auto-expressão individual e coletiva.  Identidade não é só aquilo que o homem quer dar ao seu habitat. Ela é também o que seu habitat oferece ao homem. Wolf Von Eckardt em seu livro A Crise das Cidades."

Esta citação do escritor e urbanista Wolf Von Eckardt tem muita relação com a nossa cidade que vem sendo desfigurada por monstros de concreto construídos por empresários preocupados em lucro fácil e que tem a seu dispor profissionais capazes de atender a seus egoísmos. Um aprova patente e a existência de aberrações arquitetônicas como os Conjuntos Tiradentes e Julius Caeser e Apolos. Verdadeiras chagas nesta cidade tão beneficiada pela natureza e que os baianos não devem permitir a continuação do desenfreado desfiguramento.
É triste a paisagem que se descortina quando chegamos por mar. Nos morros verdejantes surgem verdadeiros espigões que representam uma agressão visual e estética, além de não oferecerem a seus moradores um ambiente necessário a seu bem estar. Tenho medo que as palavras pronunciadas esta semana pela deputada carioca Lígia Bessa Bastos - O Rio é hoje uma cidade falida, violenta, pobre, devastada, desrespeitada, lesada, enfim, um município inviável, sejam perfeitamente adequadas para nossa cidade. É preciso salvar Salvador da sanha em busca do lucro fácil.
A utilização do solo nas grandes cidades é um problema que preocupa os urbanistas conscientes de suas responsabilidades para com a sociedade. Esta minha preocupação deve ser de todos os baianos, porque desde o momento que o homem cansado de vagar pelos prados se fixou, ele buscou essencialmente um certo conforto e distinção pessoal á sua moradia. E nós baianos também devemos proceder desta maneira.
Agora em boa hora chega o professor alemão Martin Furstenberg para ministrar um curso de extensão sobre Planejamento de Bairro com o objetivo de desenvolver e aplicar uma metodologia de levantamento e planejamento sistemático novos métodos aplicados na Alemanha na elaboração de programas e planos alternativos para a conservação e recuperação de um bairro, com a participação dos moradores. O curso já foi iniciado na Faculdade de Arquitetura e reúne profissionais e estudantes das áreas de arquitetura, urbanismo, geografia, sociologia, psicologia, economia, administração, assistência social e outros com experiência de trabalho com população.
O professor Martin Furstenberg deverá mostrar aos participantes do curso, e, estes por sua vez a outros profissionais a necessidade de preservar, conservar e criar melhores condições de vida para as populações residentes nos bairros das grandes metrópoles. Várias propostas serão apresentadas, segundo o urbanista, pelos participantes para escolha de um bairro onde aplicarão o método alemão.
Eles vão estudar as mudanças, a estrutura, as funções e problemas do bairro a ser eleito, em perfeito entrosamento com a população.
Assim terão oportunidade de verificar como crescem novos bairros sem qualquer planejamento. Um crescimento espontâneo, sem qualquer fiscalização dos poderes públicos. Verdadeiros amontoados de casas, casarões, edifícios, rurais e ruelas. Os equipamentos tão necessários a qualquer bairro digno vão surgindo também espontaneamente. Uns não aparecem, porque o lucro não compensa neste ou naquele setor e assim começam os problemas de falta de saneamento, água, luz, telefone, supermercados e transportes, etc.
E tais considerações que faço visam apenas chamar a atenção dos poderes públicos e conscientizar os profissionais que não devem aceitar estas imposições dos empresários. Cabe aos profissionais orientá-los e demove-los para que a imagem visual e a qualidade de vida não piore nesta tão sofrida e centenária cidade.
                           PAINEL

CARTUM 77 - Devido ao grande êxito alcançado na 1ª Exposição Internacional da Caricatura, Cartum 75 realizada em Berlim os organizadores resolveram montar outra mostra com trabalhos de 400 caricaturistas de 41 países. Para o Cartum 77 haverá um júri internacional, que premiará os seis primeiros colocados e concederá vários prêmios especiais. Os organizadores se reservam o direito de publicar os trabalhos premiados que passarão para sua propriedade. Cada participante deverá enviar no máximo três trabalhos até 1ª de junho para o seguinte endereço: Cartoon 77, Europa, Center, 16.OG. Infoplan, 1000 Berlin 30.Para quem deseja entrar em contato com os organizadores o telefone é este: 031/2611046/47. Telex:...0183017.

RICHARD WAGNER- A Galeria O Cavalete vai abrir suas portas no dia 25 de março para a exposição de Richard Wagner. O artista já realizou mostras em Washington, Califórnia, Montevideo, Bruxelas e São Paulo.

ADA BRITO- A Casa da Bahia, no Rio de Janeiro, está apresentando uma exposição retrospectiva da artista baiana Ada Brito.

PORTAS DO CARMO- A Galeria Portas do Carmo está expondo trabalhos de Rosário com apresentação de Floriano Teixeira. Afirma Floriano que o expositor é figurativista ingênuo, aborda temas populares.
São mulheres roliças, vendedores ambulantes e crianças alegres.

KRAJCBERG - Munido de farta documentação chegou Frans Krajcerg com seu advogado Marcio Donici. Vão brigar com o marchand Giuseppe Baccaro a quem Krajcerb credita a autoria das telas expostas numa galeria do Rio de Janeiro e falsamente atribuídas a ele.

VINTE E CINCO- A oficina infantil do MAM-Rio está completando 25 aos de funcionamento.
Para comemorar a data foi organizada uma mostra dos melhores trabalhos dos alunos que por La passaram nos últimos 3 anos. São cem trabalhos de 60 crianças e jovens, entre 14 e 16 anos de idade. Incluindo desenhos. Óleos, colagens, guaches, aquarelas, objetos  e montagens


PICASSO E MONET- Duas obras de Pablo Picasso e uma do impressionista francês Claude Monet foram doadas ao Museu de Belas Artes de Boston. O quadro de Monet retrata sua mulher e se intitula Camille Monet ET Un Enfant au Jardin. (Foto) Com esta, o Museu de Boston, soma 36 obras de Monet, a maior coleção do autor nos Estados Unidos. Quanto as obras picassianas são uma estátua de bronze Cabeça de Mulher, de 1909, e um  quadro a óleo. Retrato de Mulher, de 1910. As duas obras são exemplos do período cubista de Picasso.

CABEÇA DE BISPO- A  cabeça de um bispo sendo pintada por um artesão de uma empresa londrina de artesanato de vidro.
Esta cabeça mede apenas 102mm e é uma das 30 mil peças de um delicado cristal que formarão uma das maiores rosáceas do mundo, a ser instalada na Capela de Lancing College, no sul da Inglaterra. Foto.






ASSOCIAÇÃO DE ARTISTAS- Existe a Associação dos Artistas Plásticos do Distrito Federal que foi fundada em 9 de setembro de 1973 e tem como presidente Roberto Amaro de Lucena. Segundo seus estatutos para o artista se admitido como sócio pagará uma jóia de Cr$ 120 cruzeiros e mensalidades de CR$ 10,00.

MUSEU EM VALENÇA- O Roberto Araújo proprietário da Galeria Rag está disposto a doar vários trabalhos de artistas baianos para a criação do Museu de Valença. A ideia está ganhando força e algumas pessoas já estão se movimentando para concretizá-la. Possivelmente em novembro Valença terá seu museu, a exemplo de Feira de Santana e Itapetinga.