sábado, 28 de julho de 2012

ARTES VISUAIS - MURAIS NOS GALPÕES DO PORTO


ARTES VISUAIS
                                                             PAISAGEM RENOVADA

Texto Reynivaldo Brito
Fotos do catálodo de Edson Ruiz
A Cidade Baixa está mais alegre com o colorido dos murais de vários artistas que foram selecionados pela Codeba, através de concurso , para participar do projeto “Salvador, Porto e Mar”. A variedade das formas e cores veio quebrar a monotonia da Avenida da França, obrigando as pessoas que passam a dar uma olhadela nestas obras de arte. Tenho uma predileção especial pelas obras que estão nas ruas das grandes metrópoles porque elas ajudam na educação do povo, através do estímulo à sensibilidade criativa, além de democratizarem a arte. Nos museus e galerias , a arte como que fica enclausurada e talvez até mais elitizada, porque é preciso que haja uma atitude de ir visitá-las. 

Na foto o mural de autoria do artista Murilo e um popular lendo um jornal. A importância da integração da arte com a vida da cidade.
Porém, a arte exposta em via pública, o passante cruza com o mural, o painel ou escultura e termina incorporando-a no seu dia-a-dia. Com isto não estou negando o fundamental papel dos museus e galerias, ao contrário, acho que a arte na rua é mais um elemento chamativo para despertar o público a frequentá-los.
Assim, os imensos galpões do porto, acostumados ao vai-e-vem das carretas transportando mercadorias, têm em suas paredes externas uma pequena amostra da arte produzida na cidade.É uma iniciativa que merece registro e aplausos por várias razões: primeiro, porque deu oportunidade aos artistas de mostrar para o grande público o que estão produzindo atualmente, além de contribuir para enriquecer o conhecimento de pessoas que nunca freqüentaram uma galeria de arte. Por outro lado, neste momento de crise que afeta todos os segmentos produtivos e até mesmo a atividade intelectual, foi uma oportunidade dos artistas serem remunerados, servindo ainda como estímulo para que outras iniciativas surjam. Enfim, poderíamos citar outras razões . O fato é que, ao completar 450 anos de fundação, a cidade ganha este acervo que deve ser visto e preservado por todos nós para que num futuro as pessoas possam avaliar o que nossos artistas produziram neste final de século.
A seleção foi feita com todo o critério pelo júri do qual tive a grata experiência de participar, juntamente com Juarez Paraíso, Graça Ramos, Justino Marinho e Matilde Matos. O tema previamente escolhido “Salvador , Porto e Mar”, agradou a todos. Os três convidados especiais  - Juarez Paraíso, Graça Ramos e Justino Marinho - vieram enriquecer ainda mais o projeto com seus murais bem elaborados.
Nas dimensões em que foram executados ( 4,90 metros de largura por 2,00 metros de altura) , os murais podem ser vistos de longe, o que facilita a decodificação das imagens e mensagens neles contidas. As várias formas e estilos estão ali representados, indo do “ naif” ao contemporâneo, passando por várias escolas. Daí considerar de muita valia esta iniciativa de Afrísio Vieira Lima, atual presidente da Codeba. Todos puderam se inscrever livremente, sem muitas exigências, num ambiente democrático, e assim também foi feita a seleção, através de uma discussão ampla. Portanto, se você ainda não passou pela Avenida da França, vá até lá e observe que nossa cidade está mais colorida.
Recentemente, Salvador ganhou várias esculturas de Tati Moreno, no Dique do Tororó, de Fernando Coelho, no Jardim dos Namorados , de Calasans Neto, no Parque Costa Azul e de Bel Borba em vários pontos da cidade. Com isto a cidade está ficando mais alegre  e dentro em breve, caso continue neste ritmo, será também conhecida por suas obras de arte em espaços públicos.
Nota – Recentemente derrubaram, me parece dois ou três  galpões, onde estavam alguns murais . A saída dos antigos galpões é para a reforma do porto. Desejo saber  se eles foram destruídos ou preservados. Estamos tentando apurar.
 Foto de Juarez Paraíso ultimando o seu mural num galpão da Avenida da França.
Participaram do projeto os artistas: Graça Ramos,Juarez Paraíso e Justino Marinho na qualidade de convidados. Os artistas selecionados foram: Antonello L`Abatte, Ary Costha, Carlos Augusto, Djalma Soares, Dulce Couto, Edmundo Simas ,Edson Calmon, Elísio Filho, F. Macêdo, Gilson Cardoso, Gilson Maciel, Humberto Gonzaga, Iêda Oliveira, Juraci Dórea, Leonardo Silveira, Leonel Mattos, Lívia Marinho, Lizatte Ventura,Marilton Rodrigues, Mário Brito, Maurício Alfaya, Maxim Malhado, Murilo, P`estana,Pynewma Ahenbhy,Rodrigo Aranha, S.F.Rodrigues, Simanca, Thelma Ferraz, Tonico Portela,Wagner Lacerda e Walter Pão.