segunda-feira, 28 de abril de 2014

FLORESTABILIDADE DE GIL MÁRIO EM ARACAJU

Esta obra  será exposta por Gil Mário em Aracaju
O artista feirense Gil Mário está comemorando 40 anos de arte com uma  exposição na cidade de Aracaju, Sergipe, na Galeria de Arte Jenner  Augusto, da Sociedade Semear. Seus trabalhos versam sobre a natureza com o sugestivo título de Florestabilidade.
Lembro que na década de 70 o artista pintava muitos pássaros, especialmente garças e, agora nos apresenta as folhagens das nossas florestas exuberantes que são focadas com maestria pelos seus pincéis. Ele mostra uma boa técnica com movimentos sinuosos e uma plasticidade interessante.
A folhagem das árvores e arbustos que cobrem nosso território tem uma variedade incrível de formas e cores e isto possibilita a Gil Mário criar novas formas diferenciadas e brincar com as texturas e tonalidades.
Como podemos deduzir Gil Mário tem uma preocupação constante com a preservação da natureza e, assim se expressa em suas obras sempre pintando aves e plantas e, com isto nos apresenta e defende a necessidade de cuidarmos melhor da natureza. As florestas devem ser utilizadas com critério e responsabilidade.
Recebi pelo e-mail o convite de sua próxima exposição que será aberta no dia 6 de maio e permanecerá até 7 de junho, portanto, uma ótima oportunidade para os sergipanos que gostam de arte compartilhar este momento com um artista incansável que ao longo de quatro décadas vem se dedicando ao seu ofício.
A exposição é composta de onze trabalhos em acrílica sobre tela nas dimensões 100 x 100 cm e dez infogravuras sobre placa de PVC. A curadoria da mostra é de Lígia Motta, com coordenação geral de Cita Domingos.
Ele ficou meio surpreso quando respondi o seu e-mail, já que estamos há alguns anos sem qualquer contato. Porém, digo a Gil Mário e outras pessoas que nos lêem no blog reynivaldobritoartesvisuais@blogspot.com.br que estou sempre à disposição para receber sugestões, solicitações e mesmo críticas, quando não concordar com algumas palavras que escrevo.